Pele na Gravidez – Como cuidar e prevenir problemas

Quando a mulher fica grávida, acontece várias mudanças em seu corpo, uma das principais é a pele que é drasticamente influenciada e adquire novas necessidades que só um especialista pode reconhecer e dar soluções.

Mudanças na pele na gravidez

Durante o 3 primeiros meses da gravidez, a pele da grávida muda todos os dias, tentando equilibrar hormônios, fornecer os nutrientes essenciais para o feto e também oferecer à mãe o que ela precisa para ser uma grávida saudável. Dessa forma, é comum a mulher desenvolver uma pele como a de adolescente: com sebo no nariz, queixo mais gorduroso e vermelhidão. Outras até podem, por outro lado, sentir secura, mudar a cor das unhas, enquanto as temidas estrias aparecem no final da gestação.

Esses fatores são normais e podem continuar até o segundo e terceiro trimestre. Depois do segundo trimestre, a pele é consideravelmente melhorada e muitas mulheres adquirem um brilho natural. Óbvio que, existem casos de mulheres em quem a acne ou irritações podem continuar até o fim da gravidez, mas isso é bem raro.

Como evitar manchas e estrias na pele durante a gravidez?

Alguns cuidados podem ser tomados para prevenir e evitar problemas que podem surgir na pele no período da gestação, são eles:

  •  Faça o uso de protetor solar todos os dias, de preferência que seja de fator 30. Mesmo quando não for sair de casa, aplique o protetor sobre a pele pelo menos 2 vezes ao dia, pois mesmo não estando debaixo do sol, os raios ultra violetas estão presentes. Caso for sair no sol, aumente o uso para cada 2 horas.
  • Essa dica é uma velha conhecida, mas não custa nada reforçar: procure não sair no sol no período que compreende entre 10h e 16h.
  • Adote o uso de óculos escuros;
  • Use sombrinha ou chapéu.
  • Hidrate bem o corpo pelo menos 2 vezes ao dia para ajudar na prevenção de estrias.
  • Se você ainda não engravidou e está se preparando para ter um bebê, não use remédios de feiras sem receitas médicas como o chá de agnocasto, chá verde, urtiga, garrafada para engravidar, etc; a maioria é mito e pode causar problemas na gravidez, não somente para a pele, mas para vários outros órgãos.

Que tipo de tratamento estético a gestante pode fazer?

Antes da mulher grávida decidir fazer qualquer tipo de tratamento na pele é muito importante que consulte seu ginecologista, pois dependendo do procedimento, pode comprometer a saúde do feto. Apesar disso, alguns tratamentos podem ser feitos tranquilamente:

  • Depilação a laser: não causa danos ao feto, mas ainda assim é recomendado a autorização do ginecologista;
  • Tratamento com cosméticos: podem ser usados, desde que não contenham retinóides que são vitamina A, pois quando usados via oral pode ocorrer a teratogenicidade. Evite também aqueles que causam irritação à pele;
  • Cosmético à base de plantas orgânicas: esses geralmente são bem mais seguros, além disso, são ricos em vaselina e melhores para hidratar a pele da grávida;
  • Lubrificantes: devem ser espalhados pelo corpo desde o início da gravidez procurando focar mais na parte do tórax, nádegas e braços.